Criticando ‘Sapiens’, livro mostra como povos antigos tentavam combater desigualdade

Reaplicação do Enem 2021 começa neste domingo ao custo de R$ 12 milhões
9 de janeiro de 2022
Menstruação pode atrasar após vacinação contra Covid, sugere estudo
9 de janeiro de 2022
Poucos livros me deleitam mais do que aqueles que buscam retratar a totalidade da aventura humana em grandes pinceladas, tentando enxergar os padrões por trás da mera sequência de um fato após o outro que às vezes parece caracterizar nossa história. O exemplo mais conhecido desse gênero nos últimos tempos é o onipresente “Sapiens”, do historiador israelense Yuval Noah Harari (agora até em quadrinhos).

Essa e outras obras com escopo semelhante merecem ser conhecidas, sem dúvida, mas elas têm o defeito de pintar um quadro bastante unilateral da trajetória das civilizações. Se você procura um contrapeso para esse problema, vale a pena ler “The Dawn of Everything” (“A Aurora de Tudo”), escrito pelo antropólogo David Graeber e pelo arqueólogo David Wengrow.
Leia mais (01/08/2022 – 07h00)

Os comentários estão encerrados.