Orbán congela preços de alimentos a três meses de eleição na Hungria

As melhores reações a texto da Folha sobre proibição de maconha e álcool a não vacinados no Québec
13 de janeiro de 2022
Nigéria anuncia fim de banimento, e Twitter poderá voltar a ser acessado no país
13 de janeiro de 2022
O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, anunciou nesta quarta-feira (12) que vai impor um teto no preço de seis alimentos considerados básicos, em uma tentativa de conter a inflação. A decisão vem a menos de três meses das eleições que podem encerrar o mandato de quase 12 anos do premiê.
Leia mais (01/12/2022 – 18h25)

Os comentários estão encerrados.