Panes em nossa memória criam avenidas para as fake news

E.O. Wilson contou à Folha em 1998 o que aprendeu com observação de animais
28 de dezembro de 2021
Onde está a diferença entre cérebros conservadores e liberais
28 de dezembro de 2021
Comecemos com um exercício mental. Lembre-se de uma conversa em que você e amigos recordavam de acontecimentos antigos. Retome um momento de discordância, quando os conhecidos confrontavam versões diferentes sobre um fato qualquer. Se tudo transcorreu honestamente, você já está se lembrando, na medida em que a discussão seguia, uma nova narrativa, aos poucos, tomou forma. Enfim, uma versão atualizada contendo elementos dos enredos anteriores, associadas a novos dados recordados no calor da prosa. Aqui dou um exemplo de convergência de recordações, um processo dinâmico de reconstrução de memórias.
Leia mais (12/27/2021 – 16h45)

Os comentários estão encerrados.