Perguntas de consulta sobre vacinação de crianças induzem ao erro e são tendenciosas, dizem especialistas

Amazônia teve milhões de índios antes dos europeus, indica novo estudo
25 de dezembro de 2021
‘Não tá havendo morte de criança que justifique algo emergencial’, diz Bolsonaro
25 de dezembro de 2021
As perguntas feitas na consulta pública do Ministério da Saúde sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19, aberta nesta sexta-feira (24), podem induzir ao erro e são tendenciosas, dizem especialistas consultados pela Folha.
Leia mais (12/24/2021 – 15h06)

Os comentários estão encerrados.