Vacinação perde ritmo no país e bolsonarismo faz novas campanhas de morte

Desmond Tutu
31 de dezembro de 2021
Bolsonaro de uniforme listrado
31 de dezembro de 2021
Em janeiro, faz um ano da primeira vacinação da campanha contra a Covid no Brasil. A primeira dose foi para a enfermeira Mônica Calazans. A gente então meio que ria e meio que chorava de ver o sorrisão da mulher vacinada, de pensar que era possível vencer a peste. Apesar de tudo, e bota “tudo” nisso, o SUS mostrou sua conhecida capacidade de vacinar, um raro motivo de orgulho nacional.
Leia mais (12/30/2021 – 21h44)

Os comentários estão encerrados.