Bolsonaro e o sexo matinal

Polícia resgata mulher que seria queimada viva por milicianos no Rio
17 de novembro de 2021
Guerreiro medieval de mil anos atrás pode ter sido pessoa não binária
17 de novembro de 2021
Jair Bolsonaro é o típico conservador que diz preferir um filho morto a um gay, fala em nome da família “tradicional”, repudia a educação sexual nas escolas, mas usa um evento oficial do governo para insinuar que transou com sua mulher horas antes. Só faltou dar uma ajeitada nas partes íntimas para coroar o momento constrangedor.
Leia mais (11/16/2021 – 21h16)

Os comentários estão encerrados.