Chefe das Forças Armadas e responsável por presídios renunciam no Equador

Merkel conversa com Lukachenko sobre crise migratória, em diálogo raro entre líderes
16 de novembro de 2021
Biden faz 1ª reunião virtual bilateral com Xi e diz querer evitar que competição termine em conflito
16 de novembro de 2021
Em meio à crise carcerária que já deixou mais de 320 presos mortos neste ano no Equador, o chefe do comando conjunto das Forças Armadas, o vice-almirante Jorge Cabrera, e o diretor do órgão encarregado pelas penitenciárias do país (SNAI), Bolívar Garzón, renunciaram nesta segunda-feira (15).
Leia mais (11/15/2021 – 21h24)

Os comentários estão encerrados.