Chegou o dia em que George R.R. Martin disse que poderiam prendê-lo caso não terminasse novo livro de Game of Thrones