CNJ mantém processo contra Carlos Abrão, por 12 votos a 1

Moro diz que Gilmar Mendes é inimigo do combate à corrupção
11 de maio de 2022
Relator do Orçamento e mãe de Ciro Nogueira são campeões de verba política
11 de maio de 2022
Por 12 votos a 1, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) julgou improcedente, nesta terça-feira (10), o pedido de arquivamento de Processo Administrativo Disciplinar instaurado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo contra o desembargador Carlos Henrique Abrão.
Leia mais (05/10/2022 – 22h13)

Os comentários estão encerrados.