Elon Musk reúne amigos ricos e verdadeiros fiéis como apoio no acordo do Twitter

Coleção Folha traz texto que questiona reinado das leis sobre o certo e o errado
7 de maio de 2022
Caetano Veloso apresenta ‘Meu Coco’ em SP com noite mais cultural do que política
7 de maio de 2022
A aquisição do Twitter por Elon Musk, por US$ 44 bilhões (R$ 220 bilhões), não poderia ser convencional. Primeiro, ele convenceu Wall Street a apoiá-lo com crédito suficiente para conquistar o conselho da empresa. Agora, está contando com seus amigos bilionários para levantar a parte em dinheiro de sua oferta e convencer os acionistas a torná-lo o rei da “praça digital” do mundo.
Leia mais (05/06/2022 – 23h15)

Os comentários estão encerrados.