Ex-ministros de FHC e Dilma assinam manifesto em defesa de políticas de direitos humanos

Ilha da Madeira une charme europeu, natureza dos trópicos e Cristiano Ronaldo
1 de outubro de 2021
‘Era necessário local de fala para dar um basta’, diz Contarato, senador da CPI, após ataque homofóbico
1 de outubro de 2021
Um grupo de 11 ex-ministros e ex-secretários que ocuparam a pasta de direitos humanos entre os governos FHC e Dilma Rousseff assinam um manifesto pela reconstrução de políticas de direitos humanos desmanteladas pelo governo Jair Bolsonaro.
Leia mais (09/30/2021 – 19h30)

Os comentários estão encerrados.