Fósseis descobertos na África do Sul revivem mistério sobre ancestral do homem

Pesquisadores encontram primeiro candidato a planeta fora da Via Láctea
8 de novembro de 2021
Dieta da baleia azul chega a 16 toneladas em um dia e é essencial para o ecossistema
8 de novembro de 2021
A descoberta dos fósseis de um crânio infantil em uma caverna na África do Sul, anunciado pelos pesquisadores nesta quinta-feira (4), trouxe à tona os enigmas que cercam esses antepassados distantes do homem, os Homo naledi, cujas primeiras provas de existência colocaram em dúvida algumas teorias sobre a evolução.

Em Maropeng, perto de Johannesburgo, foram encontrados 28 fragmentos de um pequeno crânio e seis dentes.

Durante anos, este rico sítio paleoantropológico, chamado de “Berço da Humanidade”, repleto de cavernas e fósseis pré-humanos e declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, tem sido um tesouro de informação para os paleontólogos.
Leia mais (11/07/2021 – 13h00)

Os comentários estão encerrados.