Conectado por
Rondônia, sexta, 01 de março de 2024.

Sem categoria

Pele, fígado e intestinos artificiais viram alternativa para teste de cosméticos em animais

Compartilhe:
Visto de cima, o aparelho parece uma fita cassete usada em gravadores antigos. A diferença é que, em vez de dois buracos, pode ter três ou quatro. Cada um deles guarda tecidos humanos reconstruídos ?pele, intestino e fígado. Um líquido com nutrientes e oxigênio que circula entre os orifícios simula a corrente sanguínea e faz cada tecido funcionar como miniórgãos ligados entre si.
Leia mais (02/01/2024 – 06h00)
Publicidade INSTALE O APP DA DJ90.COM.BR