UFRN testa psicodélico inalado para abreviar terapia de depressão

Em 4 meses, Brasil empata com casos de dengue de todo o ano de 2021
3 de maio de 2022
Futebol italiano estreia no metaverso para mostrar nova maneira de assistir a jogos
3 de maio de 2022
O Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte deu a largada em testes clínicos com vaporização do psicodélico dimetiltriptamina (DMT) –componente psicoativo da ayahuasca– para depressão resistente a tratamento. A empresa canadense Biomind Labs, parceira do ICe-UFRN, anunciou a primeira inalação de DMT na etapa piloto de um ensaio clínico de fase1/2.Leia mais (05/02/2022 – 20h23)

Os comentários estão encerrados.