Câmara aprova que grávidas que optarem por não se vacinar voltem ao trabalho presencial

Torcida retorna sem distanciamento em noite de virada do Corinthians
6 de outubro de 2021
Projeção no Congresso lembra um ano da Lei Sansão, contra maus-tratos a animais
7 de outubro de 2021
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (6) projeto que determina que grávidas que optarem por não se vacinar retornem ao trabalho presencial. O texto estabelece ainda que as gestantes que não tiverem completado a imunização poderão permanecer afastadas das atividades presenciais.
Leia mais (10/06/2021 – 23h39)

Os comentários estão encerrados.