Depois da pandemia, startups esperam revolução da telemedicina

Presidente do Inep é chamado na Câmara para explicar debandada de servidores
9 de novembro de 2021
Casos de diabetes saltam 16% em 2 anos e situação alarma especialistas
9 de novembro de 2021
De aplicativos de saúde mental a capacetes que administram remotamente descargas elétricas no cérebro de um paciente, as startups na Web Summit de Lisboa apostam em uma revolução na telemedicina assim que o mundo deixar a pandemia para trás.
Leia mais (11/08/2021 – 07h00)

Os comentários estão encerrados.