Educação domiciliar no Brasil divide governo, defensores e especialistas

Enem 2022: inscrições começam nesta terça-feira (10)
11 de maio de 2022
Pesquisadores defendem novo algoritmo no Sisu para não prejudicar cotistas
11 de maio de 2022
A possibilidade de que pais eduquem seus filhos somente em casa dividiu a base do governo e gerou dois projetos de lei que se antagonizam quanto ao nível de regulação que a prática teria. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu em 2018 que quem quiser optar por isso não comete crime, mas tem que seguir normas que seriam definidas pelo Legislativo.
Leia mais (05/10/2022 – 10h00)

Os comentários estão encerrados.