Justiça revoga decisão que poderia obrigar CBF a pagar multa por contrato de publicidade

Brasil é favorito, mas Vlahovic vai explodir no Qatar, diz ex-jogador sérvio
12 de maio de 2022
Empresas e ONGs pedem a Biden que aprove US$ 9 bi contra desmatamento
12 de maio de 2022
A juíza Bianca Ferreira do Amaral Machado Nigri, da 1ª Vara Cível Regional da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, revogou nesta quarta-feira (11) uma decisão proferida pela própria magistrada na terça-feira (10), que obrigava a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) a cumprir os contratos das placas de publicidade estática dos jogos das Séries A e B do Campeonato Brasileiro com a Sport Promotion.
Leia mais (05/11/2022 – 23h11)

Os comentários estão encerrados.