Poluição do ar pode significar mais furacões, ou menos: depende de onde você vive

Mesmo com pandemia, visitação a parques não avança no Brasil, aponta pesquisa
14 de maio de 2022
Nome apoiado por Lula para Senado no RJ tem trânsito com bolsonaristas
15 de maio de 2022
O aquecimento global pode afetar furacões, em parte porque oceanos mais quentes oferecem mais energia para alimentá-los. Mas esse não é o único fator em jogo. Um estudo divulgado na quarta-feira (11) confirma que, em termos de frequência de furacões, os efeitos da poluição do ar são ainda maiores.
Leia mais (05/13/2022 – 18h00)

Os comentários estão encerrados.